Estrada Municipal Doca Venâncio

Através do Projeto de Lei nº 17, do ano de 2010, assinado Ver. Joaquim Firmiano Santos Junior, fica denominada Estrada Municipal Doca Venâncio a via pública não pavimentada localizada na Rua Rural, no Bairro do Monjolinho, que se inicia na Rodovia Ver. Júlio da Silva (SP-42) indo até a Estrada Municipal José Theodoro Silva.

Lei 1455 de 21 de setembro de 2010.

Doca Venâncio na verdade chamava-se Euclides Venâncio da Silva. Nasceu em 03/08/1910 na Terra Fria em Gonçalves. Era filho de Antonio Venãncio Filho e Anna Clotilde de Paula, conhecida como Nhá Lota. Perdeu o pai em 03/01/1929 e sua mãe em 17/08/1943.

Teve 3 irmãos: Cecília, Henrique e Julieta.Em 29 de agosto de 1931 casou-se com Georgina Ferreira da Rosa, que residia em Ribeirãozinho. Por volta de 1936 foi morar no Bairro do SerranoTeve 7 filhos: Cerize, Clemenides, Valmor, Floriza, Aercio, Benedito Odair (Tito) e Ademir (que foi Prefeito na gestão de 1993 a 96). Por volta de 1937 foi morar no Bairro do Caracol. Em 1948 ficou viúvo e casou-se novamente dois anos depois, em 1986 ficou viúvo novamente.

Um de seus netos, Ronaldo Rivelino Venâncio foi Vice-Prefeito junto com o Prefeito Ildefonso Mendes Neto 2009-2012, 2013-2016. Em outubro de 1963 Doca Venâncio foi eleito Vice-Prefeito do Senhor Castorino Gomes Ribeiro, tomou posse em 1964. No afastamento de Castorino que se lançaria a outra candidatura, Doca exerceu  cargo de prefeito até a posse do novo Prefeito.

A casa paroquial foi construída por ele, de 1951 a 1952, carregou tijolos, areia e pedra. Levava água em carros de boi, e fez leilões para arrecadar fundos para conclusão da obra.

 

Fonte: Documentos da Câmara