Rua Cândido José da Silva


Através do Projeto de lei 129 de 1927, recebe a denominação de Rua Cândido José da Silva, a rua partindo da casa paroquial até a Praça da República.

Coronel Cândido José da Silva, nasceu em Cambuy-MG, veio ainda moço para residir em São Bento do Sapucaí, em torno do ano de 1877; dedicou-se ao comércio e a lavoura .

Cândido José da Silva, foi fazendeiro, presidente do diretório político local e provedor da Santa Casa de São Bento do Sapucaí. Participante da Guarda Nacional do Município e da comissão para reorganização das 4ª e 16ª Brigadas de Infantaria de São Bento do Sapucaí em 17 de julho de 1917; foi Presidente da Liga Auxiliar da Defesa Nacional, nessa data também foi chefe do Partido Situacionista.

Casou-se com a Sra. Maria Luíza Marcondes da Silva, filha do Capitão Luiz Gonzaga Marcondes; filhos: Coronel Manuel Marcondes da Silva (Presidente da Câmara Municipal), Luiz Gonzaga Raposo (coletor estadual); Capitão Theóphilo Marcondes da Silva, Cândido Marcondes da Silva (negociantes); Alberto Marcondes da Silva, Benedito Marcondes da Silva, Maria Cândida Marcondes do Amaral, Maria Amélia Marcondes de Azeredo(casada com Cornélio Marcondes de Azeredo – lavrador), Durvalina Marcondes Salgado.

O Coronel Cândido José da Silva era muito querido no meio social, sendo assim o Semanário Correio de S.Bento prestou-lhe uma homenagem e ofereceu à Câmara Municipal o seu retrato à óleo, trabalho de Luiz Teixeira. (Quadro esse que se encontrava em posse de usa família em Pindamonhangaba, mas atualmente está exposto no Plenário da Câmara Municipal).

 

candido jose da silva

O Coronel tinha espírito forte, empreendedor e honesto. Contava com 64 anos de idade, no dia 26 de dezembro de 1917, às 15:00 horas, falecia acometido de tifo, apesar os esforços dos médicos Dr. Braz Reale e Dr. Octávio Campello. Foi enterrado no Cemitério Municipal de são Bento do Sapucaí.

 Fonte: Pesquisa de dados históricos de São Bento do Sapucaí – Maria de Fátima Machado (AUTORIZADO PARA PUBLICAÇÃO)